Tipos de leucemia e diferenças nos tratamentos

Conheça os diferentes tipos de leucemia e como são seus tratamentos para conhecer um pouco mais sobre esta doença.

Os cientistas ainda não compreendem exatamente as causas exatas do aparecimento leucemia, acredita-se que se deve ao fato de uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

A leucemia ataca as células do sangue, de forma a fazer com que cresçam e se dividam, quando na verdade deveriam morrer. Com a passar do tempo se aglomeram na medula óssea.

Classificações da leucemia

A  classificação dos tipos de leucemia se devem principalmente a dois fatores: velocidade de progressão e tipo de células envolvidas.

  • Leucemia aguda

Na leucemia aguda, as células sanguíneas anormais são conhecidas como blastos, que se multiplicam rapidamente, acelerando também o quadro de gravidade da doença. A leucemia aguda requer um tratamento bastante agressivo, para contenção.

  • Leucemia crônica

Este tipo de leucemia envolve células sanguíneas mais maduras, que se acumulam lentamente e podem ficar latentes por um período maior de tempo, por isso podem demorar muito para serem diagnosticadas e por vezes acabam sendo confundidas com gripes ou outras moléstias mais comuns.

  • Leucemia linfocítica

Este tipo de leucemia afeta os linfócitos, que são os principais responsáveis pela proteção do seu sistema imunológico.

  • Myelogenous leucemia

Este tipo de leucemia afeta as células mielóides, que são responsáveis pela origem Células das células vermelhas do sangue, glóbulos brancos e as células produtoras de plaquetas.

Principais tipos de leucemia

Leucemia linfocítica aguda (LLA): tipo mais comum de leucemia em crianças pequenas, mas também pode afetar pessoas adultas.

Leucemia mielóide aguda (LMA):  tipo comum de leucemia que afeta pessoas de todas as idades, mas é mais comum em pessoas adultas.

Leucemia linfocítica crônica (LLC): leucemia mais comum em pessoas adultas, onde pode ser que se passem anos sem a necessidade de tratamento.

Leucemia mielóide crônica (LMC): tipo de leucemia que afeta principalmente os adultos, onde os sintomas podem as vezes não se manifestar até um momento de maior gravidade da doença.

Existem ainda vários outros tipos mais raros de leucemia, como, leucemia de células pilosas, síndromes mielodisplásicas e doenças reumáticas.

O tratamento pode variar muito e cabe ao médico decidir qual o melhor, mas entre os principais estão:

  • Quimioterapia: feita com produtos químicos;
  • Terapia biológica: ataque as células afetadas;
  • Terapia-alvo: com uso de medicamentos;
  • Radioterapia: feita com a incisão de raios-X;
  • Terapia com células-tronco: substituição da medula óssea doente.
Curtir JF Jornal do Face
Curtir este Artigo

Autor


ANTES DE PLAGEAR MEU TEXTO, POR FAVOR LEIA
Este blog utiliza um serviço automático de monitorização de plágio,
recebemos email de alerta na hora, de seguida não contatamos o plageador,
emitimos na hora uma DMCA Digital Millennium Copyright Act, e fazemos denuncia
na sua empresa de hospedagem e também no Google que irá penalizar
seu site. Por favor, pense nas consequências antes de plagiar!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!